São milhares de coisas que podem ajudar na perda ou ganho de peso – no entanto, no Bem Estar desta terça-feira (30), o endocrinologista Bruno Halpern e a nutricionista Andréia Naves falaram sobre dois fatores específicos que podem interferir na balança: o ar-condicionado e a pimenta.

De acordo com a nutricionista, a pimenta é um alimento termogênico, como o gengibre, a canela e a cafeína, por exemplo, que faz com que o corpo aumente a produção de calor e queime mais energia.

Fora isso, ela ainda estimula a produção de certos hormônios que aceleram a frequência cardíaca e o metabolismo. Uma boa dica, segundo a especialista, é consumir ovos mexidos com pimenta 40 minutos antes de fazer atividade física, porque isso acelera a quebra de gordura.

Já no caso do ar-condicionado, o que ocorre é que a temperatura confortável – que não provoca nem frio nem calor – gera uma condição neutra que não estimula o corpo a produzir calor e gastar energia, como alertou o endocrinologista Bruno Halpern.

Se essa temperatura diminuir, o frio pode fazer o organismo trabalhar mais para produzir calor, e isso promove um gasto energético, como mostrou a reportagem.

Os especialistas ressaltam, porém, que a pimenta e o ar-condicionado, isolados, não são determinantes na perda ou ganho de peso. Eles interferem na queima de calorias durante o dia, mas o mais importante é o hábito da pessoa, que deve manter uma alimentação equlibrada e fazer atividade física regular.

Como se proteger dos raios?
Na tarde desta segunda-feira (29), quatro pessoas morreram após serem atingidas por um raio na Praia Grande, litoral de São Paulo. O grupo estava perto de um quiosque na hora em que o raio caiu. Como explicou o programa, a principal dica nessas horas é entrar em um local fechado, como um carro, por exemplo, e evitar ficar em locais abertos e na água (veja mais informações no vídeo abaixo).

 

Bem Estar – Entenda por que pimenta emagrece e o ar-condicionado pode engordar.

Anúncios