Afastamento do trabalho por uso de drogas cresce 180%

Clínica Alamedas

Diário Web – Larissa de Oliveira

Dados do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) revelam que, de 2009 a 2014, na região Noroeste do Estado, houve aumento de 182,6% no número de pessoas que recebem auxílio-doença por causa do consumo de drogas – principalmente crack e cocaína – e de 47% para casos de alcoolismo. Nos últimos cinco anos, 3.575 moradores da região passaram a receber auxílio-doença pelos transtornos motivados pelo uso de drogas. Até agosto deste ano, outros 781 trabalhadores foram afastados do emprego, por causa do consumo de drogas. O INSS não discrimina o número de auxílio por entorpecente consumido pelo beneficiado. No total, 4.356 pessoas estão afastadas.

O número de afastamentos devido ao consumo de álcool também aumentou, nos últimos cinco ano. Em 2009, 166 passaram a receber o auxílio-doença; já em 2013, o número subiu para 245. O que representa um aumento de 47%. De janeiro…

Ver o post original 460 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s