Câncer de próstata sem medo

    Uma pesquisa multinacional, chamada PREVAIL, que ainda está na Fase II, traz boas notícias para os pacientes de câncer da próstata. Os dados vieram de pacientes com cânceres que voltaram a avançar depois do tratamento hormonal (mCRPC), e os objetivos focam a redução no risco de morte e no risco de avanço da doença nas radiografias. Como sempre, dois grupos, um que tomou enzalutamida e outro, o placebo, que não tomou. Entre os que tomaram, o risco de morte foi reduzido em 29% e o risco de piorar, visível nas radiografias, foi reduzido em 81%. Não estamos falando de cura, mas de aumentar a sobrevivência e a qualidade da vida. Esses dados foram publicados dia 08 de septembro deste ano (2014).

  • GLÁUCIO SOARES

  • Ver o post original