Seja Feliz!

Recupere aquele olhar puro de criança, aquele capaz de se admirar com pequenas e sutis maravilhas do cotidiano.

Houve tempo em que você passava um tempão entretido e encantado com uma coisinha pequena, simples.

Experimente novamente aquele olhar livre de preconceitos, carregado de afeto.

Reflita sobre a sensação de aceitar completamente o mundo que te cerca.

Vê se consegue se afastar um pouco da complicada vida cotidiana, um tempo para você mesmo.

Se imagine sentar num banco de jardim e se conectar com uma pequena peça da natureza, uma flor, uma borboleta, ou mesmo a brisa fresca do entardecer.

A vida da criança é sempre cheia de mágica, e mesmo as coisas sem importância, simplórias até, adquirem um significado especial.

Se imagine criança na consciência pura das coisas que te cercam, enxergando além dos obstáculos.

Nem dúvidas, nem receios, mas simplesmente a crença de que o futuro proverá. Como está…

Ver o post original 128 mais palavras