Tratamento do alcoolismo exige participação familiar

Clínica Alamedas

Diário do Litoral

Mais da metade das bebidas alcoólicas comercializadas no país (54%) é consumida por 20% das pessoas que bebem

Da Reportagem

Considerada uma doença progressiva, incurável e em muitos casos fatal, porém tratável, o alcoolismo prejudica a vida não somente de quem consome a bebida, mas também dos que se relacionam com o dependente. Caracterizado pela vontade incontrolável de beber, o alcoolismo é um fenômeno multifatorial que pode estar associado à predisposição genética, ansiedade, angústia e insegurança. “Tudo isso pode deixar a pessoa mais vulnerável à bebida. Além disso, condições culturais, fácil acesso ao álcool e os valores que cercam o consumo também influenciam a dependência”, alerta o terapeuta Márcio Belo, do Instituto Persona de Campinas.

O tratamento, segundo o terapeuta, pode envolver diversos profissionais de saúde como psiquiatras, psicólogos, terapeutas, educadores físicos, assistentes sociais e enfermeiros. “O reconhecimento da dependência e a vontade de querer mudar a…

Ver o post original 544 mais palavras

Anúncios

Um comentário em “Tratamento do alcoolismo exige participação familiar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s