O tecido adiposo pode ser entendido como um órgão endócrino bastante dinâmico e complexo. Além de ser responsável pela reserva energética do organismo, a gordura também serve de isolante térmico, amortecedor, além de possuir muitas funções metabólicas, como a produção e regulação hormonal. Contudo, já não é segredo para ninguém que o excesso de gordura pode comprometer o bom funcionamento do nosso organismo, causando doenças graves.

Podemos, a grosso modo, classificar a gordura corporal de acordo com a sua localização. A gordura subcutânea é a que se encontra embaixo da pele (tecido subcutâneo abdominal e tecido subcutâneo glúteo-femural). A gordura visceral (ou omental) é a gordura que se aloja entre as vísceras, na região abdominal. Também existe a gordura intramuscular, localizada entre as fibras do músculo.

Leia também:
Tenho tempo para mim?
Pilates ajuda a tratar dores de cabeça

Cada tecido adiposo possui um papel…

Ver o post original 306 mais palavras