Folha de S.Paulo - Serafina - Tomar cápsulas da própria placenta virou moda entre mães americanas - 25/08/2013

Sara Pereira chega com um balde e uma mala de rodinhas. Coloca suas luvas cirúrgicas e limpa o balcão da cozinha e todos os seus apetrechos. A dona da casa, com seu bebê recém-nascido no colo, observa. Sara traz uma panela de aço inoxidável vermelha, uma faca profissional, um “desidratador” e um “mixer”. Começa a cozinhar no vapor a peça que tirou da geladeira, e um cheiro de carne toma conta do ambiente. No cardápio, a mais nova obsessão de muitas mães nos Estados Unidos: placenta. No caso, a placenta da produtora de TV Stacie Krajchir, 45, que pagou cerca de R$ 650 pelo trabalho de Sara. Cozido e desidratado, o órgão é triturado e transformado em cápsulas que, segundo quem acredita, combatem depressão pós-parto, ajudam na produção de leite e na reposição de hormônios.

Folha de S.Paulo – Serafina – Tomar cápsulas da própria placenta virou moda entre mães americanas – 25/08/2013.

Anúncios