Identificados fatores genéticos comuns ao alcoolismo e ao transtorno alimentar

Clínica Alamedas

Dados sugerem que pessoas com dependência de álcool podem ser mais suscetíveis a certos tipos de distúrbios alimentares

R7

         Foto: Ruslan Huzau/Foto Stock
Pesquisadores descobriram que fatores genéticos comuns parecem ser a base para o alcoolismo
Pesquisadores descobriram que fatores genéticos comuns parecem ser a base para o alcoolismo

Pessoas com dependência de álcool podem ser geneticamente mais suscetíveis a certos tipos de transtornos alimentares, e vice-versa, de acordo com estudo de pesquisadores da Washington University School of Medicine, nos EUA.

Na pesquisa, feita com cerca de 6 mil gêmeos adultos, os pesquisadores descobriram que fatores genéticos comuns parecem ser a base tanto para o alcoolismo quanto para certos sintomas de transtorno alimentar.

De acordo com os pesquisadores, os genes parecem explicar de 38 a 53% do risco de desenvolver estas doenças. “Isso reforça a ideia de que existem fatores genéticos comuns que contribuem para a dependência de álcool e para sintomas de transtorno alimentar”, afirma a pesquisadora Melissa…

Ver o post original 252 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s