Conhecidíssima pelo povo brasileiro, a Conjuntivite é uma doença contagiosa, inclusive, nos períodos de inverno a chance se torna maior de se adquirir a doença. Na época de inverno, o frio está intenso e isso estimula mais ainda o surgimento de infecções.

A doença chamada Conjuntivite, incide o globo ocular, exclusivamente, ataca a parte que está sujeita as infecções. Além disso, a doença ataca também a parte da frente e a interior das pálpebras. De acordo com os médicos, são causadas tanto por bactérias quanto pelo vírus, mas existem outras possibilidades de adquirir a conjuntivite.

Se você está se perguntado se essa doença é contagiosa, a resposta é sim, como já informamos. Ela pode ser contraída de forma simples, geralmente são as mãos a culpada. A doença pode ser pego através do ônibus, de uma loja ou até mesmo na troca de óculos com amigos, parentes ou alguém próximo a você.

Existe uma demanda de situação que a doença pode ser apanhada para você. Mais exemplos? Quando você entra em contato com algum objeto da pessoa infectada e de repente ou depois de um tempo leva as mãos aos olhos, o vírus já se encontra com você. Por isso que é importante sempre lavar bem as mãos, antes, durante ou quando chegar a sua casa, da escola ou de qualquer outro lugar.

P33tr/Wikimedia Commons

Para se livrar dessa doença que pega muitos brasileiros, basta seguir as dicas abaixo. Com elas, você irá se proteger e também irá aprender como tratar qualquer tipo de conjuntivite.
Como tratar a conjuntivite
Vamos aprender mais: a conjuntivite viral se divide em três tipos e são causadas por diferentes vírus: adenovírus, enterovírus e o tipo 70 oucoxsackie A4. Os sintomas são sempre sensação de areia no olho e olho avermelhado Já seu tratamento incide em compressas frias, sem remédios.
Com os mesmos sintomas acima, a conjuntivite bacteriana se apresenta. Porém requer cuidado, pois além desses sintomas, é encontrado pus. Seu tratamento pode ser feito com antibióticos.
Pessoas com acomodação alérgicas, também podem sofrer com a doença. Isso ocorre quando a pessoa entra em contato com a poeira ou pólen. Os sintomas são olhos vermelhos, inchaço e coceira ao extremo. Passa de um olho para o outro e logo após, se desenvolve ao mesmo tempo nos dois. Para tratar, o uso de anti-histamínicos é a saída. Atenção: esse tipo de conjuntivite não é contagioso.
Na conjuntivite tóxica, como o nome já diz, o indivíduo entra em contato com algum elemento tóxico, podendo ser fumaça de cigarro, poluentes ou até os materiais de limpeza. Nessa, o infectado tem os mesmo sintomas das demais, porém o pus está fora. O tratamento é muito simples, primeiro, a pessoa se afasta dos elementos tóxicos e depois é só utilizar os medicamentos corretos.

Tanalai/Wikimedia Commons
Para finalizar, existe uma conjuntivite que pode ser adquirida por pessoas sexualmente ativas. Não acredita? Pois, acredite. Essa doença é causada por uma bactéria chamada ‘’Chlamydia trachomatis’’ e de acordo com os profissionais da saúde, ela é pertencente à parte genital do corpo do ser humano, ainda, pode ter uma duração muito maior que todas as outras acima. Por isso que é recomendado usar sempre camisinha.

Evite tomar remédios sem a consulta de um médico. Se nada se resolver, procure um especialista urgentemente.

(Imagem Destaque: ASCOM – Prefeitura de Votuporanga/Flickr)

Como tratar conjuntivite | Comofas.

Anúncios